Qual a hora certa para a criança aprender um novo idioma?

By 3 de agosto de 2016Comportamento

No mundo globalizado em que vivemos, aprender um novo idioma é fundamental. Além do inglês, ter acesso ao espanhol, francês, italiano, alemão e japonês, entre outros, pode ser muito relevante para toda a vida. Mas a partir de quando esse conhecimento deve ser buscado? Como saber se a criança está preparada para ter contato com outra língua?

Continue a leitura e descubra a hora certa de permitir que seu filho tenha acesso a outros idiomas! Vamos lá?

Formando novas conexões

Toda criança em idade escolar, principalmente a partir dos 4 anos, tem uma alta capacidade de absorver informações e lidar com novos conceitos. Por isso, tenha certeza de que dar ao seu filho um ensino bilíngue ou colocá-lo em cursos de línguas estrangeiras somente suprirá essa necessidade que ele tem de aprender cada vez mais.

Durante a apropriação de um outro idioma, são construídas novas formas de pensar, principalmente se ele também tiver contato com a cultura do país enquanto aprende sua língua. Então, não se preocupe: conhecimento nunca é demais, especialmente para as crianças. Principalmente nos primeiros anos de vida, o cérebro elabora infinitas conexões a cada momento e, por isso, as crianças têm muita facilidade em aprender um novo idioma.

Ensinando sem assustar

Ao iniciar desde cedo o contato com uma língua estrangeira, é possível alternar o pensamento entre sua língua materna e o outro idioma. Uma criança que tenha inglês desde as séries iniciais, por exemplo, falará de forma quase igual a um nativo americano ou britânico, principalmente se ela puder treinar junto aos amigos e à família.

Entretanto, mesmo com tanta facilidade para aprender uma nova língua, é preciso que os pais e responsáveis tomem cuidado para não gerar ansiedade na criança. É fundamental entender que o processo se dá diferentemente em cada idade: a criança de 2 a 4 anos consegue se apropriar de outro idioma e ter contato com culturas diferentes da nossa, mas tudo deve ocorrer de forma lúdica.

Por isso, em um primeiro momento, não é possível cobrar que a criança demonstre conhecimento sistematizado de uma língua estrangeira. O ideal é que o pequeno desenvolva suas habilidades linguísticas da forma mais natural possível, recebendo um ensino mais formal a partir dos 6 anos — e, mesmo nessa faixa etária, cada período ainda deve contar com métodos próprios.

Aplicando o método adequado para cada idade

Chegou a hora de derrubar a crença de que há uma idade certa para se aprender um novo idioma. Na verdade, o que existe é o método mais adequado para cada fase da vida do aluno.

Sim, é altamente recomendado incentivar o contato da criança com uma língua estrangeira nos primeiros anos de vida, mas você não deve pensar que apenas quem teve esse acesso será bem-sucedido no aprendizado. Meninos e meninas no pré-escolar, nas primeiras séries do Ensino Fundamental e do sexto ano em diante também podem apresentar um ótimo desempenho no aprendizado de outros idiomas — tudo dependerá do método e do apoio que o aluno receberá para alcançar seus objetivos.

Dando espaço para a criança aprender

Uma outra questão relevante é perceber que, muitas vezes, não é preciso ensinar formalmente para que a criança aprenda um novo idioma. Isso mesmo! Desde bem cedo, elas podem ter contato com diversas outras línguas em seu próprio cotidiano.

Desenhos infantis e games transmitidos em inglês; músicas, filmes, séries e programas de TV em espanhol ou francês; e animes e mangás, em japonês. Essas ferramentas serão excelentes para que a criança tenha contato constante com o idioma e, portanto, também vão complementar o estudo em sala de aula. Com a facilidade do acesso à informação, muitos deles buscam esse conhecimento sozinhos, principalmente se tiverem amigos nativos de outros países com quem eles possam conversar via internet.

Portanto, não importa a idade: o melhor momento para aprender um novo idioma é quando a criança demonstra interesse por isso! Quando isso acontecer, dê todo o apoio necessário e estimule-a para que ela tenha condições de conseguir voar nesse mundo de descobertas.

Agora, para ficar por dentro de todas as notícias da educação e do ensino, assine nossa newsletter e receba nosso conteúdo no seu e-mail!

Leave a Reply