Organização da casa: como engajar seus filhos nessa missão?

By 28 de julho de 2016Comportamento

O processo de educação dos filhos vai muito além de dar longas horas de sermão, broncas e falar sobre o que é certo e o que não é. Fato é que as crianças aprendem muito mais na prática, observando o comportamento dos pais e ajudando-os em algumas tarefas. Assim, elas constroem o senso de responsabilidade. É aí que a organização da casa pode entrar para ajudar a unir a família e ainda a educar.

Contar com o apoio dos filhos para a organização doméstica não só ajuda muito, mas também a ensina sobre dividir funções, pensar na coletividade e aguçar o senso de colaboração. A seguir, confira algumas dicas para inserir os seus filhos nas tarefas domésticas facilmente. Acompanhe!

Divida as tarefas por idade

Se você tem filhos com diferenças de idade, divida as tarefas entre eles de acordo com o que cada um já tem capacidade de fazer sem que se machuque ou se envolva em qualquer acidente. A partir do primeiro ano da criança, já é possível contar com a ajuda dela, incentivando que guarde todos os seus brinquedos. Com o passar do tempo, estabeleça isso como regra e faça com que ela cultive o hábito de guardar tudo após brincar.

Dos 4 aos 10 anos, já é possível distribuir tarefas mais complexas para as crianças, como regar as plantas, arrumar a cama todos os dias e colocar a louça utilizada na pia. Você também pode pedir a ajuda delas para cuidar dos irmãos mais novos e do bichinho de estimação: assim, as crianças se sentem responsáveis e ganham autoconfiança, que é muito importante na fase do aprendizado.

Organize uma rotina

Deixar os filhos sem saber o que precisarão fazer no dia seguinte pode desmotivá-los a ajudar na organização da casa. Por isso, é necessário estabelecer uma rotina em que cada um fique responsável por uma tarefa. Assim, torna-se mais fácil cumprir as atividades do dia, mesmo quando você não estiver em casa para orientá-los.

Dê opções na organização da casa

As atividades realizadas com prazer certamente são mais fáceis e feitas com mais proatividade. Por isso, se seu filho tem preferência por uma tarefa ou outra, deixe-o responsável por ela. Porém, se precisar de ajuda com algo a mais, não hesite em pedir, já que é preciso deixar claro que o serviço de casa não é uma escolha, e sim uma necessidade.

Crie competições

Competições saudáveis são sempre bem-vindas para a organização da casa. Você pode apostar com toda a família quem arruma o guarda-roupa mais rápido, por exemplo, e oferecer um prêmio ao ganhador – pode ser um sorvete, um passeio ou qualquer outra coisa que as crianças gostem. É certo que todos irão se esforçar, e, em pouco tempo, tudo estará organizado em seu devido lugar.

Não faça as tarefas no lugar dos seus filhos

Para os pais de pré-adolescentes e adolescentes, é comum o conflito que se cria ao pedir organização. E nessa fase, contrariar os pais pode ser uma atitude frequente. Portanto, é importante que você não faça as tarefas por eles; deixe que distribuam suas roupas pelo quarto, que não as coloquem no cesto de roupa e que as deixem amassadas no chão. Quando precisarem de novas roupas, certamente entenderão o porquê de manter tudo no lugar.

Seguindo as dicas acima, a organização da casa em família fica muito mais prazerosa e o hábito de manter tudo organizado é cultivado por todos os membros da casa. Quando cada um faz a sua parte, os resultados são sempre melhores e sobra muito mais tempo para aproveitar juntos e se divertir em família!

Além de saber que a organização é importante, outra questão que deve ser levada a sério pelas crianças é a alimentação. Por isso, veja como fazer para que seu filho tenha bons hábitos alimentares

Leave a Reply