Conheça 5 vantagens de usar a tecnologia em prol da educação

Lousa interativa, tablets, hoje em dia tudo isso já e uma realidade em muitas salas de aula. A tecnologia está presente no mundo da educação e pode oferecer muitos benefícios se for usada de maneira eficiente, tanto aos alunos quanto aos professores. Como esses instrumentos estão presentes no dia a dia da sua escola? Leia o nosso artigo e conheça 5 vantagens do uso da tecnologia em prol da educação. Confira:

Organização

A adoção de tablets facilita a organização das anotações dos estudantes, pois esse instrumento é constituído por uma ferramenta de busca de palavras-chaves. Em vez de folhear as páginas do fichário ou caderno, basta buscar pelo assunto ou tema que o conteúdo desejado será rapidamente encontrado. Prático e eficiente.

Conceito e pronunciação

Os dicionários digitais oferecem a definição daquele vocábulo desconhecido em apenas poucos cliques. Essa facilidade é útil em qualquer disciplina, e não somente nas aulas de Português. Além da definição, outra ajuda ofertada por esses dispositivos é em relação a pronúncia. A pronúncia correta é expressa pelo programa e ajuda os alunos não somente nas aulas de línguas, mas também com qualquer outro termo novo ou de difícil entendimento.

Conteúdo

A web oferece um conteúdo vasto que pode enriquecer bastante qualquer aula. Para exemplificar citaremos quatro exemplos:

 

Google Art Project: disponibiliza a imagem de obras de arte de variados estilos e épocas, como por exemplo, as do pintor holandês do século XVII, Johannes Vermeer, e as de Emílio Di Cavalcanti, expoente do modernismo brasileiro. A totalidade desse acervo não pode ser mostrada por nenhum livro didático por uma simples questão de espaço. Vale a pena explorar!

 

Músculos Anatomia: nesse aplicativo o estudante pode ver em 3D, e sob qualquer ângulo, a imagem de qualquer músculo do corpo. Além da imagem, a função de cada um também é explicada. Incrível!

 

Stellarium: ajudará nas aulas sobre os astros. Funciona basicamente como um planetário na tela do seu dispositivo, mostrando o céu e ajudando a localizar estrelas e constelações.

 

Geogebra: vai auxiliar as aulas de matemática, tanto na parte de geometria quanto na de álgebra e permite também a construção de gráficos.

Troca de ideias

A discussão sobre os assuntos pode ser feita de maneira virtual e envolver toda a classe. O professor pode criar um grupo no Facebook, por exemplo, (ou quem sabe no Whatsapp) para facilitar a troca de ideias e informações entre a turma. Nesse ambiente, o professor pode sutilmente ir jogando perguntas na rede para provocar o debate entre seus alunos.

Mediação

O papel do professor foi alterado pela tecnologia. De centro de difusão do conhecimento, ele tornou-se um mediador. Por meio da sua experiência, ele estimula o contato dos alunos com o conteúdo em todas as suas novas possibilidades. Esse estímulo pode ser mais envolvente se os novos recursos didáticos forem adotados corretamente. De nada vale por exemplo, se o professor mostrar uma gama de mapas históricos em uma aula de história do Brasil no século XVI, para mostrar a mudança sobre o território, e o professor exigir a decoreba do nome das capitanias hereditárias na sua prova. Isso quebra qualquer processo criativo.

E na sua escola, como é a utilização da tecnologia? O que você acha dessa nova tendência? Conte para nós a sua experiência e a sua opinião sobre o assunto!

One Comment

Leave a Reply